terça-feira, outubro 24, 2006

Memórias devolvidas



Bom as vezes as lembranças vem, as vezes vão. Num dia minhas tia me devolveu uma lembrança, que não é só minha, mas uma lembrança compartilhada. Estranho, não tinha pensado nisto ainda, lembranças compartilhadas, não que seja focada da mesma maneira, mas lembrada em conjunto ela se torna, acho eu, que até mais real. Tipo 3D, você pode conseguir até uma visão aerea do assunto revisto.

Eu me lembro uma noite chuvosa, muita chuva, aquela ansiedade típica de quem tem 3 ou 4 anos, não é sempre que você faz uma viajem com seus parentes (pais e tios) para acampar numa praia. Muita chuva e o vento, não tem como esquecer aquele vento, principalmente quando você esta dentro do carro louco para entrar numa barraca, mas esta teima em voar, como uma pipa.

- Segura, amarra, prende ali, aqui, segura...

Eu me lembro da chuva, da noite e do vento... que vento...

4 Comments:

At quinta-feira, outubro 26, 2006 3:22:00 AM, Blogger Marly said...

Olá você lembra mesmo daquele dia?
Eu o tio, sua mãe e seu pai, tomamos café na padaria, mas você disse que ia tomar seu tete na barraca!
A gente tinha decidido voltar para casa, realmente nunca eu tinha visto uma tempestade igual aquela!
Era da dar medo, ai nos avistamos um outro campi, paramos o carro e ficamos aguardando a chuva cessar, foi quando você disse aquela frase.
A visão me veio nitidamente na minha memória, você colocou as mãozinhas no queixo e disse {O céu o doga, faz esta chuva parar para eu tomar meu tete} não teve outro jeito, como você já era determinado.Decidimos montar acampamento.
Nos amarramos a barraca no carro para não voar como uma pipa mesmo!!! rs.rs.rs
São estas boas lembranças que eu tenho, da infância de vocês que me faz,
rir sozinha. Eu sou a titia muito feliz porque tenho os sobrinhos mais maravilhosos do mundo!!! Eu amo muito vocês...Beijos.

 
At domingo, outubro 29, 2006 7:24:00 PM, Blogger William A. e a gravura said...

O que lembro são nunvens esfumaçadas se esvaindo, rs, bom me lembro pouco, lógico, mas a noite, a anciedade, o sentimento e o vento não sairam de minha memória, não me lembrava de que não tinha comido, (...), mas lembro da dificuldade de montar a barraca!!! Com sua parte desta memória posso juntar pedaços e ver em 3D, coisas que nem me lembro...

 
At segunda-feira, outubro 30, 2006 6:11:00 PM, Anonymous Anônimo said...

Eu me lembro do dia em que você tirou essa foto... Saiu com nossos filhotinhos... e voltou cheio de lindas fotos na máquina... espero guardar sempre as boas lembranças sobre nós dois....ou nós quatro... te amo

 
At segunda-feira, outubro 30, 2006 9:22:00 PM, Anonymous William A. said...

Quem é você indentifique-se!

E esses negócios de quatro?

KKKKKKKK, fotos é muitas lembranças, que futuramente espero poder lembrar e escrever, agora ainda não.

Mais este espaço está virando um desabafo familiar!!!

Tudo bem, mas não exagerem...

Obrigado minha esposa Helena.

 

Postar um comentário

<< Home